2019-01-27





Leeza B ‎– Wave Of Light
Label: Blow Up ‎– INT 825.815, Blow Up ‎– 7243 8 78278 2 0, Intercord ‎– INT 825.815
Format: CD, Maxi-Single 
Country: Germany
Released: 1994
Genre: Electronic
Style: Euro House

Tracklist Hide Credits

1. Wave Of Light (Edit) ‎– 3:53
2. Wave Of Light (V 2.0) ‎– 6:51
3. Wave Of Light (Is It A Phraser?) ‎– 6:35
4. Wave Of Light (Unplugged)
Keyboards – Ralph Fritsch
Piano – Peter Valter
 ‎– 3:24
5. Wave Of Light (Karaoke) ‎– 3:53

Companies, etc.
Phonographic Copyright (p) – Digitex Studio
Copyright (c) – Intercord Ton GmbH
Published By – Copyright Control
Credits
Artwork By [Coverartwork] – I-D Buro
Composed By, Producer – Hastik, Fritsch
Programmed By [Additional], Mixed By, Co-producer – Valter

Notes
This is a '94 Production, made at Digitex-Studio, Benshome 
Published by Copyright Control 
Track 4: Played live, while diving thru' space 
℗ 1994 Digitex Studio 
© 1994 Intercord Ton GmbH 
Printed in Germany 11/94 
Made in Holland 11/94 

Edition By DJ Jorge Kamikaze

Mp3 / 55,4 MB








Due ‎– Under The Same Sun
Label: ZYX Music ‎– ZYX 7253-8
Format: CD, Maxi-Single 
Country: Germany
Released: 1994
Genre: Electronic
Style: Euro House

Tracklist Hide Credits

1. Under The Same Sun (Radio Mix) ‎– 4:15
2. Under The Same Sun (Extended Mix) ‎– 5:05
3. Under The Same Sun (X-pace Mix) ‎– 5:51
4. Love Is Not The Same
Written-By – Aquilani, Malatesti, Salani
 ‎– 6:16

Companies, etc.
Marketed By – ZYX-MUSIC GMBH
Credits
Written-By – Meine (tracks: 1 to 3), Hudson (tracks: 1 to 3), Fairbairn (tracks: 1 to 3)

Edition By DJ Jorge Kamikaze

Mp3 / 50,5 MB








Um alienígena vindo da Galáxia M-78 a bordo de uma cúpula vermelha, ao perseguir o monstro Bemular, choca-se com a nave do oficial Hayata da S.I.A. Hayata não suporta a gravidade dos ferimentos e morre. Para reparar o erro, o misterioso alienígena funde sua energia vital à de Hayata, trazendo-o de volta a vida e entregando-lhe a Cápsula Beta. Os feitos do Alien lhe deram poderes incríveis e agora Hayata pode se transformar em Ultraman para defender a Terra de qualquer ameaça.












 Torrent










VOLTAR A PÁGINA ANTERIOR






Kraftwerk
é um influente grupo musical alemão de música eletrônica, foi fundado em 1970 por Florian Schneider-Esleben (flauta) e Ralf Hütter (teclado) no seu estúdio Kling Klang, na cidade de Düsseldorf, Alemanha. Conheceram-se quando estudavam no Conservatório de Düsseldorf no final dos anos 60, participando da cena experimental da música da época, o movimento posteriormente intitulado krautrock.


As primeiras formações da banda, entre 1970 e 1974, eram bastante rotativas, com Hütter e Schneider trabalhando com vários outros músicos para gravar 4 álbuns e se apresentar algumas vezes. Entre os participantes destacam-se o guitarrista Michael Rother e o baterista Klaus Dinger, que deixaram a banda para formar o Neu!.


A participação, experiência e influência do produtor Konrad "Conny" Plank foram também significativas. Trabalhou com bandas como Can, Neu!, Cluster, e, como resultado do seu trabalho com os Kraftwerk, o seu estúdio localizado em Colónia tornou-se num dos mais requisitados no final dos anos 70. Plank produziu os primeiros 4 álbuns da banda, mas parou de trabalhar com os Kraftwerk depois do sucesso comercial de Autobahn, aparentemente devido a disputas com contratos da banda.


Emil Schult tornou-se num colaborador regular do grupo no início de 1973, originalmente tocando baixo e violino, produzindo material visual da banda e letras e os acompanhando em turnê.


Após vários álbuns experimentais, o sucesso da banda veio em 1974 com o álbum Autobahn, e a sua faixa homônima de 22 minutos. A canção foi um hit mundial, demonstrando a grande relação da banda com sintetizadores e outros instrumentos electrónicos. Este álbum foi seguido por uma trilogia de álbuns que influenciou bastante a música popular posterior: Radio-Activity (1975), Trans-Europe Express (1977) e The Man Machine (1978).


Em 1975 formou-se o que ficou conhecido como a formação clássica do Kraftwerk, para a turnê de Autobahn. Juntaram-se a Hütter e Schneider Wolfgang Flür and Karl Bartos como percussionistas electrónicos. Depois de anos sem apresentações ao vivo, o Kraftwerk iniciou turnês novamente no final dos anos 90. Ralf queria tocar cada vez mais, mas a dificuldade em transportar os equipamentos analógicos limitou as viagens para fora da Europa. Após a saída de Flür e Bartos, vários outros músicos, como Fritz Hilpert e Henning Schmitz apareceram na formação do Kraftwerk.


Em meados de 1999, as gravações originais de Tour de France foram finalmente lançadas em CD, indicando um reinício das actividades da banda. O single Expo 2000, a primeira nova música em 13 anos, foi lançado em Dezembro do mesmo ano, e posteriormente remisturado por bandas de música electrónica como Orbital.


Em 2000, o ex-membro Flür publicou uma autobiografia na Alemanha, Kraftwerk: I Was a Robot, revelando vários novos detalhes sobre a vida da banda. Hütter e Schneider mostraram, no entanto, hostilidade à obra.


Em Agosto de 2003, a banda lançou Tour de France Soundtracks, o primeiro álbum desde Electric Café, de 1986. Em Junho de 2005, a banda lançou um álbum ao vivo, Minimum-Maximum, que foi compilado de apresentações da banda durante a turnê europeia no início de 2004, recebendo várias críticas positivas. A maioria das faixas consistia em remodelagens de antigas faixas de estúdio e encerra com a famosa frase da música ''Musik Non Stop'' alternando entre a original, dita por Ralf Hütter, e a mixada com vocoder. O álbum foi galardoado com o Grammy para melhor álbum de música electrónica. Juntamente com o CD, foi lançado um DVD que contém vários vídeos de apresentações em várias localidades no mundo. Após o fim de uma série de shows em Março de 2009, chegando a fazer mais um no Brasil, o Kraftwerk iniciou outra série de concertos utilizando, em parte, tecnologia 3D.


Em 2011 depois de um tempo ocioso, o Kraftwerk anunciou uma video-instalação em Munique, com shows acompanhados de projeções completamente em 3D e algumas obras jamais tocadas ao vivo. Já em 2012, após um concerto em Miami, no Ultra Music Festival, o grupo fez uma série de shows no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (Moma). Nessa série de shows, chamada de “Kraftwerk 1 2 3 4 5 6 7 8″, foram reproduzidos ao vivo, 8 dos discos que mais fizeram a fama do grupo, dando atenção especial a qualidade de som e projeção. De surpresa, o grupo também fez uma espécie de "resumo" desses concertos no Sónar SP, substituindo a cantora Björk.


Atualmente o integrante Stefan Pfaffe foi substituido pelo Engenheiro de Som e Vídeo Falk Grieffenhage, fez 2 shows e duas retrospectivas: em Düsseldorf (Alemanha), Inglaterra.


Reconhecido por muitos críticos musicais como tão influente quanto ou até mais que os Beatles por sua participação na música popular da segunda metade do século XX,  as técnicas introduzidas e os equipamentos desenvolvidos pelo Kraftwerk são lugar-comum na músical atual e o grupo é geralmente tido como precursor de toda a dance music moderna de modo geral. Suas letras, por vezes cantadas através de um vocoder ou geradas sinteticamente, ainda que minimalistas, geralmente lidam com temas relacionados à vida urbana e à tecnologia.


Em 2014 o Kraftwerk recebeu, junto aos Beatles, o prêmio Grammy Lifetime Achievement, pelo conjunto de suas obras.




Singles









pic





pic





pic





pic





pic





pic




pic




    
pic




    




    




    




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic




    
pic



    
pic



     
pic



       
pic




pic




pic




pic




pic




pic




pic




















VOLTAR A PÁGINA ANTERIOR





Kristine W ‎– Don't Wanna Think
Label: Champion ‎– CHAMPV001
Format: 11 × File, MP3
Country: UK
Released: 2012
Genre: Electronic, Pop
Style: House, Tribal House, Deep House

Tracklist Hide Credits

01. Don't Wanna Think (Sister Bliss Remix)
Engineer [Mix] – Goetz
Remix – Sister Bliss and Rollo, Sister Bliss
 ‎– 7:33
02. Don't Wanna Think (Rollo's Raw Mix)
Engineer [Mix] – Spencer Henderson
 ‎– 6:41
03. Don't Wanna Think (Junior's Factory Mix)
Producer [Alternate Production] – Junior Vasquez
Programmed By, Mixed By – Fred Jorio
 ‎– 10:41
04. Don't Wanna Think (Kaoz 6:23 Again)
Producer [Additional Production], Remix – Kerri Chandler
 ‎– 6:45
05. Don't Wanna Think (Our Tribe Remix)
Engineer [Mix] – Goetz
Remix – Our Tribe, Rollo & Rob D
 ‎– 6:40
06. Don't Wanna Think (Original Mix) ‎– 5:49
07. Don't Wanna Think (Rollo's Dub)
Engineer [Mix] – Goetz
 ‎– 6:27
08. Don't Wanna Think (Kerri's Media Mix)
Producer [Additional Production], Remix – Kerri Chandler
 ‎– 6:46
09. Don't Wanna Think (Junior's Factory Dub)
Producer [Alternate Production] – Junior Vasquez
Programmed By, Mixed By – Fred Jorio
 ‎– 7:51
10. Don't Wanna Think (Junior's Tribal Dub)
Producer [Alternate Production] – Junior Vasquez
Programmed By, Mixed By – Fred Jorio
 ‎– 6:10
11. Don't Wanna Think (Junior's Factory Instrumental)
Producer [Alternate Production] – Junior Vasquez
Programmed By, Mixed By – Fred Jorio
 ‎– 10:18

Companies, etc.
Published By – Champion Music
Published By – BMG Music
Copyright (c) – Champion Records Ltd.
Phonographic Copyright (p) – Champion Records Ltd.

Credits
Producer – Rollo & Rob D
Written-By – Kristine W, Rob D, Rollo

Notes
℗ © Champion Records Ltd. 2012 
Tracks 1-9 were previously available in limited quantities on the 1995 4 x 12" Promo. 
Tracks 10 & 11 are unique to this release.

Edition By DJ Jorge Kamikaze

Mp3 / 181 MB




Autor

{facebook#https://www.facebook.com/djjorgekamikaze}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget
News



® 2016 Copyright By DJ.Kamikaze